PCCB-UERN

O Projeto Cetáceos da Costa Branca possui 3 pilares centrais: pesquisa científica, monitoramento de praias e sensibilização ambiental.

QUEM

SOMOS

O PCCB é vinculado à Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). Seus projetos e ações são realizados em parceria com outras universidades, órgãos de governo e organizações não-governamentais (ONG´s) e empresas.

O PCCB-UERN atua principalmente no monitoramento de praias, resgate, reabilitação e soltura de animais marinhos.

A sensibilização ambiental é feita através da execução de palestras, oficinas e materiais informativos voltadas à comunidade.

As pesquisas são voltadas à conservação da biodiversidade marinha e avaliação de impactos de atividades humanas sobre a fauna, destacando a pesca e exploração e produção (E&P) de petróleo e gás.

missão

Promover pesquisa e conservação de espécies  e ecossistemas marinhos, costeiros e estuários, integrando conhecimento científico e tradicional.

nossa história

1998 

FUNDAÇÃO

ENCALHES DE SIRÊNIOS

CONDICIONANTES AMBIENTAIS

OUTROS GRUPOS TAXONÔMICOS

ENCALHES DE CETÁCEOS

Voltada para comportamento de cetáceos

A partir do relato da comunidade

Grande demanda de encalhe de peixes-bois vivos

 

Atendimento de tartarugas e aves marinhas encalhadas

Executando projetos de condicionantes ambientais exigidas pelo IBAMA

O PCCB-UERN foi fundado em outubro de 1998 por iniciativa de estudantes e professores do Curso de Ciências Biológicas da UERN. Inicialmente, o propósito do projeto era estudar o comportamento e ecologia de cetáceos na região da Costa Branca, motivo pelo qual foi denominado de Projeto Cetáceos da Costa Branca.

 

Devido a presença da equipe nas atividades de campo, os moradores e pescadores das comunidades locais rapidamente passaram a relatar a ocorrência de encalhes de animais marinhos vivos e mortos nas praias da região. Desde então, o projeto começou a atuar em ações de resgate, atendendo a encalhes de baleias e golfinhos vivos e mortos.

Com o tempo, observou-se um crescente número de peixes-bois marinhos (Trichechus manatus) encalhados vivos na área.  Por esta demanda, o PCCB-UERN também se especializou no atendimento de encalhes de peixes-bois, principalmente de filhotes vivos. Desde então, o projeto participou da elaboração de protocolos de condutas de resgate e manejo desses animais.

Em seguida, e devido a crescente demanda, o PCCB-UERN incluiu o atendimento a encalhes de outros grupos taxonômicos, como tartarugas e aves marinhas debilitadas nas praias da região.

Desde dezembro de 2009, até o presente período, o PCCB-UERN executa e participa de projetos de condicionantes ambientais, através principalmente de Projetos de Monitoramento de Praias (PMP's) cobrindo hoje diariamente um trecho de aproximadamente 437 km de costa entre Rio do Fogo/RN e Aquiraz/CE. Essas atividades são vinculadas ao licenciamento ambiental federal exigido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, para as atividades de E&P.

Além do monitoramento diário, o PCCB-UERN atua por meio de chamados de atores locais (moradores, turistas, bombeiros), em todo o litoral para do Rio Grande do Norte para o atendimento a ocorrências de encalhes de animais marinhos.

Projeto Cetáceos da Costa Branca - UERN. Desde 1998. Todos os direitos reservados.

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Google+ - Círculo Branco